quinta-feira, 24 de julho de 2014

A magnífica beleza do amor reside na total ausência de planos de contingência.








Sem comentários: