segunda-feira, 22 de julho de 2013

Morrer de amor intenso




Vidas tão cheias



Se o outro amor morreu Vencerás

















Que tudo mudou
O deslumbramento
Desse eterno momento















É teu o mar profundo
É teu o verbo amar

Tu, que és a redenção!





As horas p'ra mim são dias



Calam sua voz
O mundo canta em nós
Em cada manhã



Só amor,busca o meu lugar
Sem dúvidas, sem medo de sonhar!

É preso de amor que se quer quem se quer