sábado, 9 de outubro de 2010

1940-2010




Imagine there's no heaven
It's easy if you try
No hell below us
Above us only sky
Imagine all the people
Living for today
Imagine there's no countries
It isn't hard to do
Nothing to kill or die for
And no religion too
Imagine all the people
Living life in peace
You may say
I'm a dreamer
But I'm not the only one
I hope some day
You'll join us
And the world will be as one
Imagine no possessions
I wonder if you can
No need for greed or hunger
A brotherhood of man
Imagine all the people
Sharing all the world
You may say,
I'm a dreamer
But I'm not the only one
I hope some day
You'll join us
And the world will live as one






O que é que um cromossoma fala pró outro?
- Cromossomos bonitos!



Sabes qual a diferença entre uma lagoa e uma
padaria ?
- Na lagoa há sapinho, e na padaria 'assa
pão'.(nãããããããão!!!)


Já conheces a piada do fotógrafo?
- Ainda não foi revelada.
(tão O R I G I N A L)





Por que a mulher do Hulk se divorciou dele ?
- Porque ela queria um homem mais maduro.
(GET IT ?)





Por que é que na Argentina as Vacas vivem a
olhar para o céu?
- Porque tem 'Boi nos Ares'!(esta ganha a todas!!!)



Como se faz uma omeleta de chocolate ?
- Com ovos da Páscoa!
(LIIINDO!!!)


Por que o galo canta de olhos fechados?
- Porque ele já sabe a letra da música de cor.
(áááááhh!!!! Ok!)


Como é que as enzimas se reproduzem?
- Fica uma enzima da outra.
( Loooool)


O que é que a galinha foi fazer na igreja?
- Assistir à Missa do Galo.
(ah ah ah...)


 Dois litros de leite atravessaram a rua e foram
atropelados.
 Um morreu, o outro não, porquê?

 - Por que um deles era Longa Vida.
(áááiiii tristeza!!!)



No hospital, diz o médico:
- O senhor é o dador de sangue?
- Não, eu sou o da dor de cabeça!


Sabem quando é que os americanos comeram carne pela
primeira vez?
- Foi quando la chegou o cristovão com o lomb
o


Diz a massa para o queijo:
- Que maçada!
Responde o queijo:
- E eu ralado!


O que é que uma impressora diz para a outra?
-Essa folha é tua ou é impressão minha?


O que é que um tubarão diz para o outro?
-Tubaralhas-me


O que é que um tomate diz para o outro?
-Tomatas-me


Qual é a única comida que liga e desliga?
- O Strog-On-Off.



O rapaz entra numa farmácia e diz ao farmacêutico: 
- Quero a melhor vaselina que o senhor tiver, porque hoje eu vou comer um cúzinho que é um espetáculo! 


O farmacêutico buscou um produto e entregou ao rapaz. 
- Quanto custa? 
- São R$3,20. 
O rapaz disse: 
- O senhor não entendeu. Hoje eu vou comer um cúzinho que é o melhor da cidade, é uma maravilha e eu não 
posso usar uma vaselina qualquer. Quero o que existir de melhor! 


O farmacêutico pegou KY, 
explicou que era produto importado, de altíssima qualidade e entregou ao rapaz. 
- 
Quanto custa? 
- São R$ 50,00. 
O rapaz, novamente, reclamou: 
- O senhor continua sem entender. Hoje eu vou comer um cúzinho que é inacreditável, é uma coisa do outro mundo, não tem como explicar e eu não posso usar um produto qualquer. Repito: quero o que existir de melhor! 
O farmacêutico então foi até aos fundos da farmácia, abriu um pesado cofre e voltou com um frasquinho minúsculo nas mãos: 
- Este gel lubrificante está sendo desenvolvido por uma grande empresa farmacêutica. É um produto experimental, sensitivo, antialérgico, anestésico e este frasquinho, de apenas 20 ml custa R$ 500,00. 
- Isto! Agora sim! O senhor entendeu o 
tipo de produto que eu preciso, pois hoje vou comer um cuzinho que é simplesmente perfeito! 
O rapaz pagou, pegou o pacotinho e saiu. 


Um velhinho, que estava quieto na ponta do balcão e assistiu toda a cena, comentou, ironicamente com o 
Farmacêutico: 
- Vai comer cúzinho porra nenhuma! ele vai é dar o cú! 
- Como é que o senhor pode afirmar isso? 
- Você já viu alguém se preocupar com o cú 
dos outros?



... *Agora já sabem QUEM elege os políticos* !...


Numa pizzaria, quando estava à espera de ser atendido, vi um homem a pedir
uma pizza para levar para casa. Estava sozinho, e o empregado perguntou se
ele preferia que a pizza fosse cortada em 4 pedaços ou em 6.
Ele pensou algum tempo, e respondeu : "Corte em 4 pedaços; acho que não
estou com fome suficiente para comer 6 pedaços."
Isso mesmo, ele também vota !


Ao chegar de avião, as minhas malas nunca mais apareciam na área de recolha
da bagagem. Fui então ao sector da bagagem extraviada e disse à funcionária
que as minhas malas não tinham aparecido.
Ela sorriu e disse-me para não me preocupar, porque ela era uma profissional
treinada e eu estava em boas mãos. "Agora diga-me uma coisa, perguntou ela
... o seu avião já chegou ?"
Ela também vota !


Saí com um amigo e vimos uma rapariga com uma argola no nariz, ligada a um
brinco por meio de uma corrente. O meu amigo disse : "Será que a corrente
não dá um puxão no nariz, cada vez que ela vira a cabeça ?"
Expliquei-lhe que o nariz e a orelha de uma pessoa permanecem à mesma
distância, independentemente da pessoa virar a cabeça ou não.
O meu amigo também vota !




uns amigos e eu fomos comprar cerveja para uma festa e notámos que as grades
tinham desconto de 10%. Como era uma festa grande, comprámos 2 grades.
O caixa multiplicou 10% por 2 e fez-nos um desconto de 20% ...
Ele também vota !


A minha cunhada tem uma ferramenta salva-vidas no carro, para cortar o cinto
de segurança, no caso de ficar presa nele. Mas guarda a ferramenta no
porta-bagagens !
A minha cunhada também vota !


Um colega e eu estávamos a almoçar no self-service da empresa, quando
ouvimos uma das assistentes administrativas falar a respeito das queimaduras
de sol com que tinha ficado, por ter ido de carro para o litoral.
Estava num descapotável, por isso, "não pensou que ficasse queimada, pois o
carro estava em movimento."
Ela também vota !




Trabalhei uns anos num centro de atendimento a clientes em Ponta Delgada -
Açores. Um dia, recebi um telefonema de um sujeito que perguntou em que
horário o centro de atendimento estava aberto. Eu respondi : "O número que o
senhor discou está disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana."
Ele então perguntou : "Pelo horário de Lisboa ou pelo horário de Ponta
Delgada ?"
Para acabar logo com o assunto, respondi : "Horário do Brasil."
Ele vota !


Ao visitar uma casa para alugar, o meu irmão perguntou à agente imobiliária
para que lado era o Norte, porque não queria que o sol o acordasse todas as
manhãs.
A agente perguntou: "O sol nasce no Norte ?"
Quando o meu irmão lhe explicou que o sol nasce a Nascente (aliás, daí o
nome) e que há muito tempo que isso acontece, ela disse: "Eu não estou
actualizada a respeito destes assuntos".
Ela também vota !



Um amigo meu comprou um frigorífico novo e, para se livrar do velho,
colocou-o em frente do prédio, no passeio, com o aviso : "Grátis e a
funcionar. Se quiser, pode levar".


O frigorífico ficou três dias no passeio, sem receber um olhar dos
passantes. Ele chegou à conclusão que as pessoas não acreditavam na oferta.
Parecia bom de mais para ser verdade e mudou o aviso : "Frigorífico à venda
por 50,00"


No dia seguinte, tinha sido roubado !


Cuidado ! Este tipo de gente vota !


 *PORTUGUESES ... SERÃO MESMO COMO OS OUTROS  ?!! ...*




SERÁ COINCIDÊNCIA?

Será que é uma mera coincidência? Estava eu a pensar...

O meu cão dorme em média 20 horas por dia. Ele tem toda a comida preparada para ele. Ele pode comer qualquer coisa que lhe apeteça. A comida é-lhe dada sem custo.

Vai ao veterinário uma vez ao ano, ou quando necessário, sempre que algum mal lhe aparece. E não paga nada por isso, e nada lhe é pedido.

Mora numa zona central, com boa vizinhança e numa casa que é muito maior do que ele necessita, mas não precisa limpar nada. Se ele fizer porcaria, alguém limpa.

Ele escolhe os melhores lugares da casa para fazer a sua soneca, e recebe essas acomodações completamente grátis.

Vive que nem um rei e sem que isso lhe acarrete qualquer despesa extra. Todos os seus custos são pagos por outras pessoas que tem de sair de casa para ganhar a vida todos os dias.

Eu estive a pensar sobre isto, e de repente veio-me à ideia a resposta...



Porrrrrra... ... ... O meu cão é deputado!!!



Este texto é dos melhores registos de língua portuguesa que eu tenho lido sobre a nossa digníssima 'língua de Camões', a tal que tem fama de ser pérfida, infiel ou traiçoeira.

 Um político que estava em plena campanha chegou a uma pequena cidade, subiu para o palanque e começou o discurso:
 

 
- Compatriotas, companheiros, amigos! Encontramo-nos aqui, convocados, reunidos ou juntos para debater, tratarou discutir um tópico, tema ou assunto, o qual me parece transcendente, importante  ou de vida ou morte. Otópico, tema ou assunto que hoje nos convoca, reúne ou junta é a minha postulação, aspiração ou candidatura a Presidente da Câmara deste Município. 

De repente, uma pessoa do público pergunta:
 

- Ouça lá, porque é que o senhor utiliza sempre três palavras, para dizer a mesma coisa?

O candidato respondeu: 

- Pois veja, meu senhor: a primeira palavra é para pessoas com nível cultural muito alto, como intelectuais em geral; a segunda é para pessoas com um nível cultural médio, como o senhor e a maioria dos que estão aqui; A terceira palavra é para pessoas que têm um nível cultural muito  baixo, pelo chão, digamos, como aquele alcoólico, ali deitado na esquina.
 

De imediato, o alcoólico levanta-se a cambalear e 'atira': 

- Senhor postulante, aspirante ou candidato: (hic) o facto, circunstância ou razão pela qual me encontro num estado etílico, alcoolizado ou mamado (hic), não implica, significa, ou quer dizer que o meu nível (hic) cultural seja ínfimo, baixo ou mesmo rasca (hic). E com todo a reverência, estima ou respeito que o senhor me merece (hic) pode ir agrupando, reunindo ou juntando (hic) os seus haveres, coisas ou bagulhos (hic) e encaminhar-se, dirigir-se ou ir direitinho (hic) à
 leviana da sua progenitora, à mundana da sua mãe biológica ou à puta que o pariu!




HUMOR ALGARVIO...tá linde!  :))

Pergunta o miúdo à mãe: 

- Ó mãe, o qué um insete ?
- Ê cá nã sê, preguntá mana ...!
- Ó mana, o qué um insete ?
- Pôs nã sê... preguntó pai ...!
-Ó pai, o qué um insete ?
-Ó mê granda burre... um insete sã Oite ...!


Portugal daqui a 2 anos!?  

Um menino regressa da escola cansado e faminto e, pergunta à mãe:
 
'Mamã, que há de comer?' 
'Nada, meu filho.'
 
O menino olha para o papagaio, que têm na gaiola, e pergunta:
 
'Mamã, porque não há papagaio com arroz?'
 
'Porque não há arroz.'
 
'E papagaio no forno?'
 
'Não há gás.'
 
'E papagaio no grelhador eléctrico?'
 
'Não há electricidade.'
 
'E papagaio frito?'
 
'Não há azeite.'
 
E o papagaio contentíssimo gritava:
 
 -'VIVA O SÓCRATES !!! VIVA O SÓCRATES'