sábado, 26 de fevereiro de 2011

My Roommate's Fantastic Ass

BLKMEN WITH SEXY BODIES3



O disco morreu?

Não, o disco não morreu, muito pelo contrário, nos anos noventa volta a renascer, só que com outros nomes- dance music, house music, chill out... renasceu sim, mas já sem divas... também a partir do final dos anos 90 surgem os covers de disco, estilo retirado do baú...
Se ouvirem Jamiroquai, Kilie Minogue, Moloko, Sophie Ellix Bextor e house/dance music encontrarão la a disco... ja depois de 2000 Gloria Gaynor, Barry White e Donna Summer tiveram numeros um em disco sound com sons mais modernos... 
Hoje em dia ainda se diz que disco é musica de gays, mas toda a gente o dança sem saber nos bares e discotecas actuais, a música da libertação gay dos anos 70...



Também entre os aborígenes do Brasil e das partes mais meridionais da América do Sul abundam evidências de que os amores homosexuais faziam parte das alternativas eróticas socialmente aceitáveis antes da chegada dos conquistadores portugueses. Entre os Tupinambá, que ocupavam a maior parte da costa brasileira, os índios gays eram chamados de tibira, e as lésbicas de çacoaimbeguira.





Para se estudar as práticas homossexuais no Novo Mundo quando da chegada dos conquistadores europeus, dispomos basicamente de três fontes: Esculturas e Cerâmicas representando cenas homoeróticas;mitos conservados na memória oral dos nativos e registrados nos manuscritos tradicionais; relatos dos primeiros cronistas que entraram em contacto com os amerídios e finalmente, estátuas e gravuras alusivas ao homoerotismo.

Além dos ídolos mexicanos e das cerâmicas peruanas, outra importante fonte pré-colombiana para se conhecer a prática da homossexualidade no Novo Mundo é a coleção dos célebres Códices Maias - como El Chilan Balam, El Popol Buj (Livro del Consejo) e as Profecias Maias - obras pictográfico-hieroglíficas que tratam da história mitológica e costumes desta civilização.




Mas, os nossos antepassados também eram gays e lésbicas


Existem imagens de relações homo masculinas e femininas em:

- gravuras rupestres 
- vasos persas
- vasos e templos hindus 


2000 (12 de setembro) - Há muito tempo na vanguarda dos direitos dos homossexuais, a Holanda aprovou uma lei que converte "a relação entre pessoas do mesmo sexo" em casamento completo, com direito a divórcio e adopção de filhos. O projeto foi aprovado no Parlamento por 107 votos a 33. 





2000 (29 de julho) - A União Europeia de Direitos
Humanos condenou a Grã-Bretanha a pagar uma
indenização de cerca de US$ 50.000 a um homem gay
para cobrir as custas do processo e danos morais por
sentenciá-lo com base numa legislação que discrimina
homossexuais. De acordo com o Acto de Ofensas Sexuais
da Grã-Bretanha, sexo entre gays não é permitido
quando feito por mais de duas pessoas, não importa o
local. 


2000 (15 de julho) - Na Arábia Saudita três homens são
condenados e decapitados por práticas homossexuais e
podofilia. Os juízes consideraram que eles violaram a
sharia, severa lei baseada no Corão, para a qual o
homossexualismo é crime. 


2000 (01 de julho) - Começa a vigorar, assinada em
abril pelo governador do Estado de Vermont (EUA),
Howard Deam, a lei de união civil entre homossexuais,
que garante 300 direitos, entre os quais os de
assistência médica, herança e pensão em caso de morte
de um dos membros. 




2000 (24 de junho) - Paris celebra o Dia do Orgulho
Gay e a tradicional manifestação é realizada com a
participação de políticos de direita e esquerda, entre
os quais o candidato socialista à Prefeitura de Paris,
Bertrand Delanoe, homossexual declarado. Os jornais
parisienses divulgam uma pesquisa informando que
aumenta na França a tolerância para com os
homossexuais. Segundo o trabalho, mais da metade dos
franceses, precisamente 56%, revelaram que viveriam
sem traumas se tivesse um filho homossexual. Há cerca
de cinco anos, em resposta à mesma questão, a
porcentagem era de 41%.


2000 (22 de fevereiro) - O bancário brasileiro Joaquim
de Abreu de 47 anos, vítima de um atentado cometido
por quatro skinheads em São Paulo, pede asilo nos EUA.
A Corte de Imigração de São Francisco, na Califórnia,
em audiência prevista para o dia 20 de março, vai
decidir sobre a concessão do asilo. Ele é garçom num
restaurante e milita no movimento guei da cidade. No
pedido de asilo, os advogados de Abreu descrevem o
Brasil como "uma sociedade homofóbica que não pode
garantir a segurança dos cidadãos". A juíza Beverly
Philips aceitou a inclusão nos autos de um relatório
sobre o assassinato de Édson da Silva, morto por
skinheads dia 6 na Praça da República, para subsidiar
sua decisão. O pedido de asilo é bancado pela Comissão
de Direitos Humanos da influente Ong americana
International Gays and Lesbians. 







2000 (10 de fevereiro) - Na Câmara dos Comuns, em Inglaterra, foi aprovada a redução da maioridade dos
homossexuais de 18 anos para 16 anos, colocando-os no mesmo plano dos héteros que para relações sexuais já
são maiores naquela idade. 


2000 (06 de fevereiro) - Na Praça da República em São Paulo, o treinador de cães Edson Neris e o amigo
Dario Pereira Netto são surpreendidos, de mãos dadas, por uma gangue de skinheads da organização neonazista auto denominada Carecas do ABC. São atacados e Neris morre. Seu amigo consegue escapar. 




2000 (12 de janeiro) - Atendendo à determinação da União Europeia, a Grã-Bretanha anuncia o fim imediato
de sua antiga proibição contra homossexuais no Exército. 

"Como não é requerida legislação primária ou secundária, a homossexualidade não será mais uma barreira nas forças armadas da Grã-Bretanha", disse o secretário de Defesa Geoff Hoon, na Câmara dos Comuns.
Entretanto, continuam proibidas manifestações de carinho entre os "parceiros" no meio da tropa. 


1989 - A Dinamarca torna-se o país pioneiro a permitir o casamento gay. Actualmente o país garante todos os benefícios sociais ao casal, só proibindo a adopção de crianças.


1987 - Em Amsterdam, Holanda, é inaugurado o Homomonument, criado por Karin Daan. O monumento tem três triângulos rosa de granito, em homenagem às vítimas de homofobia. 


2000 (01 de janeiro) - Na Bélgica começa a vigorar uma lei aprovada em 1998 que permite a união de pessoas do mesmo sexo


1999 - Site da internet de conteúdo nazista, hospedado no provedor StarMedia, coloca no ar 18 receitas para confecção de bombas caseiras. O site fornece detalhes sobre como montar as bombas além de orientar seus autores a evitar acidentes. Há ainda um "manual do terrorista" ensinando como se comportar e não deixar pistas de seus actos. Entre diversos ataques a negros, judeus, homossexuais e nórdicos, a página faz apologia a Adolf Hitler e traz fotos do líder alemão junto com imagens de judeus mortos. 





1999 (13 de outubro) - A França aprova o chamado Pacto de Solidariedade Civil, uma polémica lei que concede mais direitos a casais não-casados, sejam hétero ou homossexuais. 


1999 (4 de julho) - Em Kohln, na Alemanha cerca de 600 mil pessoas participam da passeata gay. Eles protestam contra a discriminação sexual e exigem plena igualdade de direitos. Ao ritmo de música "techno", os gays alemães e de outras partes da Europa desfilam em carros alegóricos cantando e dançando pelas ruas do centro da histórica cidade alemã. Entre as várias personalidades presentes na parada, que comemora os 30 anos da luta pelos direitos dos homossexuais, estava a ministra da Saúde Pública, Andrea Fischer (Partido Verde). "A minha presença tem por objectivo destacar que também o governo considera necessário melhorar os direitos das lésbicas e homossexuais masculinos", disse a ministra. 


1999 (maio) - Sete casais homossexuais unem-se civilmente, pela primeira vez na Alemanha, na cidade de Hamburgo, a única a aceitar legalmente este tipo de união. 




1998 - Arqueólogos austríacos encontraram na fronteira da Áustria com a Itália, nos Alpes, um corpo congelado datando de 14000 anos atrás. Tratava-se de um guerreiro da idade da pedra, que estava perambulando pelos Alpes quando deve ter sido pego por uma nevasca e sucumbiu. Graças às baixas temperaturas, o guerreiro, que pelas tatuagens pode também ser identificado como chefe da tribo, foi preservado intacto. Estudos minuciosos concluíram que se tratava de um homossexual, pois haviam resquícios de esperma, com características sanguíneas diferentes da sua, no seu recto. Isto remete que a homossexualidade era natural na espécie humana (assim como é nos leões) antes do aparecimento da cultura Judaico-Cristã.


1998 (outubro) - Matthew Sheppard, 22 anos, caloiro da Universidade de Wyoming, é assassinado com requintes de crueldade por dois colegas homofóbicos nos Estados Unidos. Ele foi sequestrado à mesa de um bar e levado num camião até uma área deserta, na periferia da cidade. No local, Russel Henderson, 21 anos e Aaron McKinney, 22, sob os olhares das namoradas, bateram e feriram-no a golpes de murros e facas, enquanto ele implorava pela vida. 


1997 - A 1º Parada GLBT, no Brasil, reúne 2.000 pessoas em São Paulo.


1994 - John Boswell, autor do mais importante livro em defesa da homossexualidade, morre de Sida. 

1994 - Greg Louganis assume oficialmente a sua homossexualidade durante os IV Gays Games, em New York. Em 1982, ele foi campeão olímpico de saltos ornamentais e o primeiro a receber nota 10 de todos os jurados numa competição internacional. 


1993 (12 de março) - O vereador Ronildo dos Santos, da cidadezinha de Coqueiro Seco, no estado de Alagoas, após confessar-se bissexual num programa de rádio, passou a sofrer ameaças de morte, tendo sido afastado da Câmara Municipal e depois sequestrado e assassinado. Ele foi decapitado, tendo os órgãos sexuais mutilados, as pernas quebradas e os dedos e unhas da mão arrancadas. A sua cabeça foi encontrada boiando num rio, sem olhos, língua e orelha e com dois tiros no ouvido. O seu nome foi conferido ao Prémio da Associação Bissexual da Austrália, em 1993.
 


1993 - Os produtores Teodoro Maniaci e Francine Rzenik filmam um documentário de 90 minutos sobre o Exodus International (entidade de apoio ao homossexual que deseja abandonar seu estilo de vida), sob o título One nation under God (Uma nação sob Deus). O filme reproduz entrevistas com homossexuais que tentaram inutilmente assumir o estilo heterossexual com o auxílio de ministérios como o do Êxodus. O propósito do documentário é provar, só com o peso dos testemunhos e da emoção, que nenhum homossexual jamais poderá viver de outro modo. 


1991 - A Organização Mundial de Saúde também passa a desconsiderar a homossexualidade como doença.