domingo, 22 de julho de 2012





"Grandes Mistérios do Século"
Arrepio, arrepio
Porque ninguém
Dava nada por mim

Aconteceu
O que aconteceu
O que fiz pra te perder ?
Mais um ano se passou
Desde que você deixou
Veneno, droga de amor

Mas os teus beijos pra mim sao mel
Que o que for será, e o que for será
Já só nos resta pedir rezar
Já não há nada a fazer
E é por isso que eu
Te quero tanto
E é por isso que eu
Eu preciso de ti
A vida sempre ganha outra emoção
Quando o pecado mora ao lado





Quando te quero pra mim
Às vezes digo que sim mas não


Porque te quero assim na mão



Porque te que quero assim


Nem sei porque te dou o que te dou
Tudo o que eu sou,
Tudo o que eu sou.


Nem sei se gostas de mim, não sei
Porque te digo que sim
Porque te quiero no sé
Porque te quiero así no sé