quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Sim, mordes em mim


Morrer de amor, morrer devagar E ressuscitar








é azul triste










Vamos Dançar até cair



Perguntas porque razão
Há dias em os dias são
Como baloiços de Bem e Mal

Vendeste a tua alma a satã


A quem dará Gioconda seu sorriso de cortesã



fomos amantes sem freio



foi por ele que tu me trocaste









será que sou feio será que sou chato
será que vou dar em bicho do mato
será que sou giro mas giro ao contrário
será que estou preso dentro de um armário

Tentando ser feliz