terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Eu preciso da dor da solidão para fazer a minha imaginação trabalhar.













Sem comentários: