sábado, 27 de setembro de 2014

É possível viver quase sem lembranças e viver feliz, como demonstra o animal, mas é impossível viver sem esquecer.













Sem comentários: