quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Um desgraçado que trabalhe sem cessar, sob o peso de tarefas inadiáveis, deve ser, sem dúvida, extremamente infeliz
















Sem comentários: