quarta-feira, 20 de agosto de 2014

"Só o rosto é indecente. Do pescoço para baixo, podia-se andar nu."









Sem comentários: