quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Mas não agora. Há alegria bastante para se não pensar, que é coisa sempre triste.







Sem comentários: