quarta-feira, 27 de agosto de 2014

já não há génio, nos nossos dias, sem clamor e sem rouquidão.






Sem comentários: