terça-feira, 17 de junho de 2014

Onde a chuva reza. E onde o fumo em turbilhões Vai subindo a tal altura, Que às vezes lembram vulcões Em miniatura!












Sem comentários: