quarta-feira, 25 de junho de 2014

O amor pintam-no cego e com asas; cego para não ver os obstáculos; com asas para os transpor.


























Sem comentários: