quarta-feira, 14 de maio de 2014

Um ex-comandante da guarda do Papa denunciou a existência de uma rede de corrupção e de favores sexuais dentro da Igreja.




















Sem comentários: