segunda-feira, 5 de maio de 2014

E, ainda para mais, com medo de tudo e de mais alguma coisa. O que o moço nos diz, convictamente, é afinal o que todos sabíamos e sempre






Sem comentários: